Kivu Norte teve mais de 5.700 casos de estupro em 2008…

20/11/08

O coordenador da ONG Médicos sem Fronteiras (MSF) em Kivu Norte, Romain Gitenet, disse nesta quinta-feira que, desde o começo deste ano, foram registrados 5.700 caso de estupros de mulheres nessa Província do Congo. O representante da ONG disse que o número real é ainda maior, pois muitas mulheres não confessam por medo de serem estigmatizadas.

“A população está desprotegida, as pessoas são assassinadas também nos locais onde estão as forças de paz da ONU”, afirmou Romain Gitenet.

Nesta quinta-feira, o Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) aprovou uma resolução que autoriza o envio temporário de mais 3.000 capacetes azuis ao Congo. Também nesta quinta houve novo confronto entre as milícias favoráveis ao governo do Congo e os rebeldes congoleses liderados por Laurent Nkunda.

Conforme o diretor da ONG, mesmo com os esforços da ONU e o cessar-fogo declarado pelos tutsis, “o conflito não acabou, já que, além das vítimas diretas pelos enfrentamentos, estão os efeitos colaterais que surgem pela falta de meios e a expansão das doenças”.

O representante da MSF reiterou que “não se trata de um conflito novo, mas que existe desde 1993”, e frisou que a situação piora “devido ao uso de armas mais modernas, que causam ferimentos mais difíceis de tratar”. Gitenet considerou “difícil a possibilidade de determinar quantas milhares de pessoas estão deslocadas”, embora a ONU fale em 800 mil.

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: